Unileste - Setor Braile

Setor Braile

Início > Biblioteca > Setor Braile
O Sistema de Bibliotecas, em seu novo contexto de centro de evolução do conhecimento, busca atender às necessidades informacionais da comunidade docente e discente. Também abre suas portas para os portadores de necessidades especiais, que são extremamente carentes em termos de recursos de informações.

O Braille é um sistema de escrita e leitura tátil para as pessoas cegas. Surgiu na França em 1825, sendo o seu criador o francês Louis Braille, que ficou cego aos três anos de idade vítima de um acidente seguido de oftalmia.

Este sistema consta do arranjo de seis pontos em relevo,dispostos na vertical em duas colunas de três pontos cada.Os seis pontos formam o que se convencionou chamar "cela braille". Para facilitar a identificação,os pontos são numerados da seguinte forma :

A diferente disposição desses seis pontos permite a formação de 63 combinações ou símbolos Braille para anotações científicas, música, estenografia.

O Braille pode ser produzido por impressoras elétricas e computadorizadas; máquina de datilografia e por meio de reglete e punção.
Acervo

Livro Falado: Livros gravados em fita cassete e em CD's. O acervo abrange assuntos variados e atende ao público adulto e infantil.

Livro em Braille: Livros escritos no Sistema Braille. O acervo abrange assuntos variados e atende ao público adulto e infantil. No acervo de livro, muitos exemplares possuem ilustrações em relevo que permitem a sensibilidade de diferentes texturas.

Periódicos RBC - Revista Brasileira para Cegos (em braille).

Revista Pontinhos Infanto-juvenil (em braille).

Revista Benjamin Constant (à tinta)

DOSVOX

O DOSVOX é um sistema para microcomputadores da linha PC desenvolvido no Núcleo de Computação da Universidade Federal do Rio de Janeiro, composto por:

  • Sistema operacional que contém os elementos de interface com o usuário;
  • Sistema de síntese de fala para língua portuguesa; * Editor, leitor e impressor/formatador de texto;
  • Impressor/formatador para braille;
  • Diversos programas de uso geral para o cego, como caderno de telefones, agenda de compromissos, calculadora, preenchedor de cheques, cronômetro etc;
  • Jogos de caráter didátido e lúdico;
  • Ampliador de telas para pessoas com visão reduzida;
  • Programas para ajuda à educação de crianças com deficiência visual;
  • Leitor de telas/janelas para DOS e Windows. Comunica com o usuário por meio de síntese de voz, viabilizando, deste modo, o uso de computadores para deficientes visuais, adquirindo assim, um alto nível de independência no estudo e no trabalho. O software tem sido aperfeiçoado a cada nova versão, podendo também ser usado por pessoas normo-visuais, (visão subnormal), com a vantagem de ser possível ouvir e ver o que escreve.
© 2017 UNILESTE - Todos os direitos reservados

Campus Coronel Fabriciano: Av. Tancredo Neves, 3500, B. Universitário, 35170-056 - (31) 3846-5500
Campus Ipatinga: Rua Bárbara Heliodora, 725, Bom Retiro, 35160-215 - (31) 3846-5500