Comissão Própria de Avaliação - CPA

Início > Comissão Própria de Avaliação > Comissão Própria de Avaliação - CPA

A Comissão Própria de Avaliação do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais é o órgão responsável pela condução dos processos internos de avaliação da Instituição, pela sistematização e pela prestação das informações solicitadas pelo MEC. Tem por finalidade impulsionar, possibilitar e coordenar o processo de Autoavaliação.

A Comissão Própria de Avaliação (CPA) é orientada por regimento interno, tendo suas atribuições descritas no Art.11, da lei 10.861/2004, com destaque para o seguinte: "condução dos processos de avaliação internos da instituição, de sistematização e de prestação das informações solicitadas pelo INEP". O regimento interno também está em consonância com as diretrizes contidas nos incisos I e II da lei, que estabelecem tanto a constituição como a atuação autônoma da CPA.

Objetivos da CPA:

  1. zelar para que as atividades de avaliação contemplem a análise global e integrada das diferentes dimensões - estruturas, relações, atividades, finalidades, responsabilidades sociais e compromisso social da instituição de educação superior;
  2. planejar o processo de Avaliação Institucional, com articulação entre avaliação interna e externa, contemplando a análise global e integrada das diferentes dimensões da Instituição e de seus Cursos, tendo por premissa a ação contínua de sensibilização de toda comunidade acadêmica a respeito da importância da avaliação nos processos de desenvolvimento institucional;
  3. possibilitar a dinamização da "Cultura da Avaliação" como prática cotidiana;  
  4. envolvendo os gestores, o corpo acadêmico e o técnico-administrativo;
  5. explicitar o propósito da avaliação, cuidando para manter em todo o processo a transparência, a flexibilidade e a ética;
  6. disseminar os resultados da avaliação e promover a análise destes dados com vistas a desencadear ações para a melhoria dos processos de formação (ensino-aprendizagem) e de gestão;
  7. orientar o processo da avaliação visando ao aperfeiçoamento institucional traduzido pela eficácia e eficiência das políticas implementadas;
  8. prestar contas à sociedade e ao governo;
  9. propiciar a meta-avaliação como forma de retroalimentação do processo.


Avaliação interna
Para desenvolver a avaliação interna, a CPA elabora, a cada ciclo avaliativo, o projeto de autoavaliação institucional, na perspectiva do SINAES. A partir de 2004, ao assumir a dinâmica do SINAES no processo de autoavaliação, o Unileste tem realizado o Projeto de Autoavaliação nos ciclos, a saber: 1º Ciclo - 2004 a 2006; 2º Ciclo - 2006 a 2008; 3º Ciclo - 2009 a 2011; 4º Ciclo - 2012 a 2014; 5º Ciclo - 2015 a 2017.

A trajetória percorrida tem fortalecido os códigos de legitimidade técnica e ética da avaliação, contribuindo para o gradativo engajamento da comunidade acadêmica.

Avaliações Externas
O Unileste se submete à avaliação externa que se articula com a autoavaliação. Essa avaliação é feita por membros externos e requer capacidade de discriminação e disponibilidade para o diálogo tanto dos avaliadores externos, quanto da comunidade acadêmica. Tem o papel de complementar a avaliação interna e alicerça-se em dois pilares: a autoavaliação da instituição e a análise da comissão externa.

A avaliação externa é concebida como oportunidade crítica em que os pares acadêmico-científicos, os conselhos profissionais, as autoridades patronais, as entidades de trabalhadores, os egressos, a sociedade civil do entorno e outras organizações não governamentais participam do exame da prática universitária com vistas à formulação e acompanhamento de políticas acadêmicas, administrativas e financeiras da Instituição de Educação Superior - IES.

Os resultados obtidos com a avaliação interna e externa são tomados como referência para programas e projetos de melhoria. Tais resultados configuram-se como documentos norteadores das tomadas de decisões dos gestores nos âmbitos da Reitoria, Pró-reitorias Acadêmica e Administrativa, Diretorias de Escola, Coordenadorias e Gerências, bem como subsídio para futuras ações do Plano de Desenvolvimento Institucional - PDI. Além disso, espera-se que os referidos resultados possam contribuir para o aprimoramento da cultura da avaliação implementada no âmbito institucional.

 

© 2018 UNILESTE - Todos os direitos reservados

Campus Coronel Fabriciano: Av. Tancredo Neves, 3500, B. Universitário, 35170-056 - (31) 3846-5500
Campus Ipatinga: Rua Bárbara Heliodora, 725, Bom Retiro, 35160-215 - (31) 3846-5500