Alunos do Unileste retornam de intercâmbio na Colômbia e compartilham as experiências vivenciadas no país
Publicado em 05/08/2016

Durante os meses de junho e julho, 17 estudantes do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste) participaram de uma experiência de internacionalização do ensino por meio de um intercâmbio realizado na Universidade de La Salle, em Bogotá, na Colômbia. Foram 15 dias de experimentação cultural e aprendizado acadêmico no âmbito do programa “Summer Academy 2016”.

Os alunos de diferentes cursos de graduação das escolas de Ciências Sociais e Aplicadas, Educação e Saúde e Politécnica foram contemplados com uma bolsa de estudos que permitiu dias de muito aprendizado.

Para Vanessa Lopes Duarte, universitária do curso de Educação Física, o intercâmbio trouxe novo ânimo. “A oportunidade de realizar o curso de Princípios e Práticas da Educação na Universidad La Salle me fez acreditar novamente no poder da educação, na capacidade de transformar o entorno, a experiência permitiu expandir minhas metas e potencialidades”, diz.

André Tôrres de Andrade, universitário do curso de Publicidade e Propaganda, conta que além das aulas, os intercambistas puderam desfrutar de uma rica programação cultural. “A miscelânea cultural existente na capital nos chamou a atenção. Durante o período tivemos várias atividades culturais, tais como visitas a museus, pontos turísticos, casas noturnas e feiras ”, recorda.

Os benefícios da experiência
Segundo André, um ponto positivo deste intercâmbio foi a facilidade de adaptação. “Embora muitos não falassem fluentemente o idioma local, o espanhol, em poucos dias todos já conseguiam se comunicar”, revela.

Para Ana Beatriz, universitária do curso Engenharia Química, as amizades feitas no intercâmbio foi outro ganho importante da experiência. “Os colombianos são muito amáveis, estavam sempre dispostos a nos ajudar. Em tão pouco tempo, fiz amigos que vou levar para a vida toda”, destaca.

“A cultura colombiana é muito parecida com brasileira por conter tradições indígenas, mas há diferenças marcantes na gastronomia. Lá alguns alimentos são bem diferentes, o modo de preparo, o tempero e alguns costumes são bem típicos da região”, conta André.

Felipe Caetano, aluno do curso de Engenharia Elétrica, comenta que tanto no alojamento quanto na sala de aula, havia pessoas de vários países: Chile, EUA, México, Rep. Dominicana e Filipinas. “Essa troca de culturas foi muito importante, além do aprendizado da língua, compartilhamos experiências e conhecimento de todo o mundo”, lembra.

A experiência foi tão positiva para os estudantes que eles já planejam outros intercâmbios. “É uma experiência única, em que se adquirem conhecimentos intelectuais e culturais que marcam a vida para sempre”, completa André Tôrres de Andrade.

Participaram do intercâmbio: Ana Carolina Ribeiro de Almeida,Carlos Augusto Veiros de Aguiar, Fernanda Torres Assis, Isadora Stefanny Sampaio, Layza Marione Rodrigues Gomes, Marcela Alves Silva, Thayane Lisboa Pereira, Ana Beatriz Pereira Barbosa, Gabriela Fausto Gomes, Warlei Henrique Santos, André Torres de Andrade, Bianca Giseli dos Santos Apolinario, Raquel Salgado Batista, Felipe Caetano Cordeiro de Souza, Renata Vieira Silva, Vanessa Lopes Duarte e Wallan Jhon Dias do Carmo.


© 2018 UNILESTE - Todos os direitos reservados

Campus Coronel Fabriciano: Av. Tancredo Neves, 3500, B. Universitário, 35170-056 - (31) 3846-5500
Campus Ipatinga: Rua Bárbara Heliodora, 725, Bom Retiro, 35160-215 - (31) 3846-5500