Semana de Iniciação Científica e de Extensão do Unileste integram universitários e professores no fomento à pesquisa
Publicado em 30/10/2017

Com o tema “Na prática, educação é tudo” a programação contou com cerca de 250 apresentações de projetos de iniciação científica e extensão

O Brasil comemorou, no dia 25 de outubro, a Semana Nacional de Ciência e Tecnologia (SNCT). Diversas instituições de ensino superior realizaram atividades em escolas, museus, espaços públicos e institucionais para mostrar à comunidade o conhecimento produzido pelas IES. Em Minas Gerais, ocorreram 1034 atividades diferentes em 58 Instituições. No Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (Unileste), a 18ª Semana de Iniciação Científica e a 9ª Semana de Extensão, realizadas entre os dias 25 e 28 de outubro, integrou alunos e docentes da região em três dias de imersão no conhecimento e promoção de pesquisas científicas. Com 538 participantes, as semanas envolveram palestras, mesas-redondas, minicursos, apresentações orais, culturais e stands em toda a Instituição.

Para o coordenador de pesquisa, iniciação científica e extensão do Unileste, Leonardo Ramos, o evento faz parte do esforço de valorizar os projetos desenvolvidos dentro e fora da Instituição, ofertando ao aluno a oportunidade de expor o seu trabalho aos membros da comunidade universitária e da sociedade em geral. “A participação de todos, com críticas e sugestões aos trabalhos apresentados, representa uma grande contribuição à formação de nossos alunos”, completa o docente, afirmando que “a participação nessas atividades permite ao estudante despertar a vocação para desenvolver um espírito ético e profissional”.

Com a promoção de 27 palestras, 38 minicursos, 9 mesas-redondas e quase 250 apresentações orais e com banner, o evento teve como foco levar à comunidade a importância do amparo e do desenvolvimento tecnológico, e como tais avanços podem influenciar o nosso cotidiano. Para o estudante de Engenharia Elétrica, Carlos Henrique Aquino, “fomentar a pesquisa é aumentar a possibilidade de fazer coisas mais eficientes e que irá progredir a produção de algum produto ou serviço disponível à comunidade”, analisa.

O universitário é pesquisador voluntário do Projeto Automatização e Controle dos Equipamentos do Navio Utilizando Redes de Comunicação Inteligente (Autonav). O projeto, desenvolvido por alunos dos cursos de Engenharia Elétrica e Sistemas de Informação do Unileste, foi exposto durante a Semana e, quem visitou, pode acompanhar o sistema desenvolvido com hardwares e softwares que monitora, controla e comanda equipamentos presentes nos diversos ambientes de um navio, facilitando a automatização dos comandos a partir de redes de comunicação inteligente. Coordenado pelo professor Silvano Fonseca Paganoto, o Projeto possui parceria com o Governo Federal, por meio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) e a empresa privada Dielétric.

Iniciação Científica e Extensão

Neste ano, o Centro Universitário realiza 34 projetos de extensão e 44 de iniciação científica. Esse envolve 49 professores e 104 alunos da Instituição. Além disso, os projetos de iniciação contam com a participação de 22 alunos do ensino médio e ofertam 94 bolsas. Já as atividades de extensão, integram 610 alunos e 51 professores, atingindo mais de 5500 pessoas da Região do Vale do Aço, de janeiro a outubro deste ano, com suas atividades. 


© 2017 UNILESTE - Todos os direitos reservados

Campus Coronel Fabriciano: Av. Tancredo Neves, 3500, B. Universitário, 35170-056 - (31) 3846-5500
Campus Ipatinga: Rua Bárbara Heliodora, 725, Bom Retiro, 35160-215 - (31) 3846-5500